Colesterol bom x ruim: a alimentação faz toda a diferença

Amanhã é Dia Nacional do Combate ao colesterol. Confira os alimentos que aumentam o tipo bom e previnem o ruim.


Por: Crislaine Abreu
Data: 7 de agosto de 2020
img

De acordo com o Ministério da Saúde, o colesterol é um conjunto de gorduras que desempenha funções essenciais para o organismo, como a produção de alguns hormônios. Ele é importante para o corpo, mas para manter as taxas regulares, é preciso cautela.

A princípio, existem dois tipos de colesterol: o HDL, considerado o bom, e o LDL, que é o ruim. Cada grupo pode contribuir com a redução ou aumento de índices. Dessa forma, quando o colesterol está em desequilíbrio, é prejudicial à saúde e aumenta a incidência de AVC, doenças cardiovasculares e morte súbita.

Um levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Cardiologista (SBC) constatou que de quatro entre dez pessoas adultas, ou seja, 40% da população brasileira, possuem os níveis de colesterol elevados.

Ainda segundo a pesquisa, 41% dos brasileiros não se preocupam com as taxas de colesterol, 11% nunca fizeram exame, 67% não sabem o nível atual de colesterol e 65% desconhecem que o tipo LDL é o ruim.

Obesidade, sedentarismo, genética, hipertensão, diabetes, tabagismo e alcoolismo são fatores de risco que contribuem para a elevação dos índices da doença. Portanto, verificar as taxas de gordura no sangue regularmente é essencial.

Além do uso de medicamentos e atividades físicas, outra forma de controlar o colesterol é ter uma alimentação saudável. Então, confira abaixo algumas dicas:

Alimentos que aumentam o colesterol bom (HDL)

– Frutas: abacate, ameixa, amora, cereja, jabuticaba, laranja, limão, maçã, mirtilo, morango, pera e uva;

– Sementes: aveia, chia e girassol;

– Azeite extravirgem;

– Feijão;

– Aveia;

– Soja;

– Peixes: atum, bacalhau, sardinha e truta;

– Oleaginosas: amêndoas, castanha-de-caju e castanha-do-Brasil; e

– Chocolate amargo.

 

Alimentos que devem ser evitados ou consumidos com moderação

– Frituras em excesso;

– Ovos;

– Embutidos;

– Carboidratos em excesso;

– Gorduras trans;

– Açúcar refinado;

– Óleo de coco, girassol e milho; e

– Carne de porco e fígado.

Conta pra gente o que você achou!