Covid-19: Ouseuse produz máscaras para combate ao vírus

Empresa de São Paulo faz pedido de 1 milhão de peças


Por: Eliana Sonja
Data: 9 de abril de 2020
img

O isolamento social tornou-se uma das principais armas contra a Covid-19, assim como higienizar as mãos com frequência. Porém, além da saúde, todos os setores da sociedade estão sendo afetados pela pandemia, e o principal deles é a economia. Mas, como dizia Albert Einstein, o famoso físico alemão, autor das teorias da Relatividade e da Física Quântica, “a crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. É na crise que se aflora o melhor de cada um”.

De fato, o coronavírus afetou o funcionamento da indústria, comércio e muitas outras áreas da economia. Mas, por outro, está despertando a solidariedade e a criatividade dos empresários. A Ouseuse, por exemplo, uma das maiores empresas de moda íntima de Juruaia-MG, por conta do bem maior de salvar vidas, fez banco de horas de seus colaboradores, suprindo apenas as facções para que não fiquem sem renda. “No momento, essa é a atitude certa a fazer. Temos, antes de mais nada, que pensar nas vidas humanas”, explica Rosana Marques, diretora executiva da marca.

Máscaras na linha de produção

Inquieta com a situação, mas resolvida a fazer alguma coisa para ajudar no combate ao Covid-19, a empresária conta que “começamos a estudar sobre a confecção de máscaras, que dependia de uma série de exigências. Mas, como o governo liberou o uso de máscaras caseiras para toda a população, começamos a confeccionar essa peça – esta semana – em larga escala aqui na Ouseuse. Oito funcionários estão com aqui com a gente de forma voluntária e está tudo em ritmo acelerado”. E, claro, com todas as medidas de distanciamento social e de higiene.

Rosana conta que, em poucos dias, mais de 5 mil máscaras de TNT (40 gramas – polipropileno) já foram confeccionadas. Desse volume, 350 foram doadas ao Supermercado São João, de Guaxupé, que serão usadas pelos colaboradores. “Como ‘pagamento’, o supermercado repassou 16 cestas básicas que serão doadas para famílias carentes de Juruaia. Essa corrente do bem é muito bacana. Uma boa ação gera outra boa ação. Estamos a todo vapor para ajudar a combater a Covid-19”, diz Rosana.

Máscaras foram doadas em troca de cestas básicas para famílias carentes de Juruaia

Novo negócio à vista

Perguntada sobre a possibilidade de se tornar um novo nicho a ser trabalhado, Rosana Marques é enfática. “Sim! Pois as máscaras, a exemplo de países asiáticos que já as utilizam no dia a dia, serão comuns daqui pra frente. Vai se tornar um hábito do brasileiro usar essa proteção contra os vírus. E já estamos estudando a possibilidade de confeccionar, também, gorros e aventais para a área de saúde”.

A empresária, inclusive, já foi contactada por uma empresa de São Paulo, que encomendou 1 milhão de máscaras para os próximos meses. “A Ouseuse não irá conseguir atender sozinha a esse pedido. Por isso, já estou mobilizando outras confecções da cidade, assim como facções, para que possamos acolher a essa solicitação”. De fato, a todo momento chegam novas solicitações de máscaras em Juruaia, que já totaliza um pedido de 2 milhões.  “Essa guinada deu um upgrade na cidade e estão todos muitos animados. Juruaia sempre foi uma cidade unida e, com a crise, estamos mais fortes do que nunca”, diz Rosana.

Como já dizia Isaac Newton, o colega físico de Einstein: “Para toda ação há sempre uma reação”.

 

 

Conta pra gente o que você achou!