E-commerce: cinco dicas para ter sucesso

Como todo negócio, requer atenção para o sucesso do empreendimento


Por: Eliana Sonja
Data: 30 de maio de 2019
img

O Brasil possui uma das maiores taxas de crescimento em e-commerce no mundo. Dados da Ebit Nelsen revelam que, em 2018, o comércio eletrônico registrou faturamento de R$ 53,2 bilhões, 12% a mais em comparação com 2017. Foram realizados 123 milhões de pedidos online, 10% a mais do que o ano anterior.

Em 2019 não deve ser diferente. A expectativa é de aumento de 15%, com vendas de R$ 61,2 bilhões. O número de pedidos deve ser 12% maior (137 milhões), e o tíquete médio deve ser de R$ 447. Esse valor médio das compras representa um aumento de 3% em relação ao ano passado.

De acordo com a Pesquisa Nacional do Varejo Online, realizada pelo Sebrae (2016), 90% das empresas que comercializam apenas pela internet são de pequeno porte.  Na mesma pesquisa, a boa perspectiva de ampliar as vendas e reduzir custos são apontados como fatores determinantes para atrair um número cada vez maior de empreendedores o comércio online.

E, claro, como todo negócio, é importante ficar atento a algumas dicas para o sucesso do empreendimento. Vamos a elas?

Conhecendo o mercado online

Vender em loja física é uma coisa, em loja online é totalmente diferente. Pra começar, o preço do produto, pois na venda online devem ser levados em conta outros itens. Custo de hospedagem do site, taxa cobrada pela plataforma de pagamento escolhida, prazo para que o recurso entre na conta e custo da transportadora estão entre os aspectos que devem ser levados em conta. Mas atenção: isso não quer dizer que um produto via online seja mais caro que o da loja física.

Site organizado

O mercado oferece plataformas prontas para colocar um e-commerce no ar. Mas um especialista pode ser contratado para a empreitada. Não importa qual será a opção. O mais importante é montar o site de uma maneira bem intuitiva. Lembre-se sempre: uma boa página é aquela que vende. Por isso, considere as opiniões de outras pessoas, mas com cautela.

Saber quem é o cliente

Ao começar um e-commerce é possível passar a conhecer melhor o seu consumidor sem a necessidade de um monte de pesquisas. Para começar, entre no Google para descobrir quantas pessoas buscam por uma palavra relativa ao seu negócio. Os sites e redes sociais dos seus concorrentes também é uma ótima forma de conhecer melhor o seu cliente. Procure referências em lojas online que já estão no ramo há mais tempo. Mas atenção: pesquise para entender o seu cliente, não para copiar os concorrentes.

Estratégias de marketing

Anunciar na internet é gastar dinheiro com anúncio que vale a pena. Esse é o grande diferencial dos outros tipos de publicidade.  É possível testar diferentes textos e formatos de anúncio e verificar quais aqueles que chamam mais atenção e, consequentemente, geram maior fluxo de navegação no seu site. Numa divulgação impressa, isso já não é possível.

Logística no e-commerce

A logística de um e-commerce tem características bem específicas. Certamente, você vai depender de uma transportadora para enviar o produto ao cliente. Mas você pode testar essa logística antes.  Para isso, existem os marketplaces (ou “locais de comércio”) na internet, onde é possível anunciar e vender o seu produto. Com certeza você já entrou em vários deles: Zattini, Mercado Livre e Netshoes são alguns deles. A grande maioria são gratuitos. Então, escolha um makertplace, faça a descrição do seu produto, publique as fotos e faça algumas vendas para testar a logística do seu negócio.

Certamente que as dicas acima irão ajudá-lo a montar ou dar um up no seu e-commerce. Mas o Grupo Contab Minas e JR Consultoria pode ajudar muito mais. Entre em contato!

Conta pra gente o que você achou!