Hipertensão: doença silenciosa e perigosa

A hipertensão causa muitas mortes ao ano. A doença não tem cura, mas pode ser controlada por meio da alimentação


Por: Crislaine Abreu
Data: 24 de abril de 2020
img

De acordo com o Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, somente em 2017 o Brasil registrou 302 mil óbitos em decorrência de doenças cardiovasculares, como AVC, infarto, hipertensão e outras doenças.  Desse número, 141.878 mortes são atribuídas à hipertensão. A famosa pressão arterial, conforme o Ministério da Saúde, afeta um a cada quatro adultos. O assunto é tão sério que no próximo domingo (26) é celebrado o Dia Nacional de Combate à Hipertensão.

A hipertensão é uma doença silenciosa, mas muito perigosa. Os principais sintomas são tontura, visão borrada, dor de cabeça ou no peito, palpitações, tosse seca, falta de ar e zumbidos no ouvido. Se você sentir alguns desses sintomas, é porque a doença certamente está avançada. Portanto, procure rapidamente um médico e comece o tratamento adequado.

Uma das formas de prevenção contra a doença está no consumo moderado de sal. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda apenas 5g diária, mas como a maioria das pessoas adiciona o sal no prato, a quantidade chega a 12g. Com essa ingestão exagerada, o risco de adquirir a hipertensão e doenças do coração são maiores. Então, se você coloca muito sal em suas refeições, mude enquanto ainda dá tempo.

Além do sódio, outros fatores de riscos também fazem com que uma pessoa tenha hipertensão. Idade, estresse, obesidade, hipertireoidismo, sono irregular, diabetes, histórico familiar, tabagismo, bebidas alcoólicas e doenças renais. A hipertensão não tem cura, mas pode ser controlada com mudanças alimentares, exercícios físicos ou com uso de medicamentos.

E por falar em alimentação, veja alguns alimentos que ajudam no controle da doença:

– Peixes

– Alho

– Laranja, banana, maracujá, abacate, morango, melancia, framboesa e frutas secas

– Clara de ovo

– Suco de beterraba

– Água de coco

– Aveias, cereais, linhaça

– Nozes e amêndoas

– Feijão, soja e lentilha

– Couve-flor, espinafre, chicória e cenoura

– Leite, queijos e iogurte

Evite consumir alimentos industrializados, carnes vermelhas e gorduras. Agora que você sabe como combater ou controlar a doença, não há motivos para não cuidar da saúde, hein?! Viva melhor, e principalmente, saudável!

 

Conta pra gente o que você achou!