Indicadores de liquidez ajudam no equilíbrio financeiro da empresa

Existem quatro tipos de indicadores: a imediata, a corrente, a seca e a geral


Por: Eliana Sonja
Data: 1 de agosto de 2019
img

O sonho de qualquer empresário é ter saúde financeira em sua empresa. Mas esse desejo não é tão difícil assim de ser realizado, já que existe uma estratégia eficaz para isso. Os indicadores de liquidez são métricas que analisam a capacidade dos ativos serem transformados em dinheiro sem perder o seu valor.

Estes índices ajudam os gestores a avaliarem a capacidade das obrigações financeiras da empresa. Na prática, eles funcionam como um instrumento de análise de crédito e da capacidade financeira do empreendimento. Para isso, consideram os dados do balanço patrimonial (BP), que incluem o ativo, o passivo e o patrimônio líquido.

Dessa forma, os resultados são úteis para melhorias nas finanças, estabelecer metas mais assertivas e tomar decisões do controle financeiro. Portanto, não aplicar esses indiciadores é uma forma de os gestores assumirem riscos.

Indicadores de liquidez

Existem quatro tipos de indicadores: a imediata, a corrente, a seca e a geral. A imediata se refere às obrigações de curtíssimo prazo. Já a seca e a corrente estão ligadas aos pagamentos a curto prazo. E a liquidez geral se refere às obrigações de prazos mais longos.

Há três possíveis resultados e cada um deles representa o grau de liquidez dos ativos da organização:

– Menor que 1: não há como quitar seus compromissos no momento.

– Igual que 1: recursos são equivalentes ao valor dos pagamentos.

– Maior que 1: a empresa tem um bom grau de liquidez.

Caso os valores sejam muito superiores a 1, isso mostra que a empresa tem um alto grau de liquidez. Mas se eles forem inferiores a 1, o gestor deve revisar seu planejamento para quitar os compromissos futuros. Contudo, é importante aplicar os quatro indicadores e avaliar a situação financeira para a tomada de decisões.

Com esses resultados dos indicadores de liquidez em mãos, o gestor terá a situação financeira da empresa a curtíssimo, curto, médio e longo prazo. Assim, ele poderá planejar as decisões corretas para garantir a sobrevivência da empresa para o futuro. Pois as métricas analisam a capacidade de arcar com pagamentos em diferentes cenários.

Portanto, a aplicação dos indicadores de liquidez é uma estratégia importante para a tomada de decisões corretas e garantir o sucesso da empresa. Interessou pelo assunto e quer aplicar essas métricas em sua empresa? Basta entrar em contato com o Grupo Contab Minas e JR Consultoria.

 

Conta pra gente o que você achou!