MMA: Coopercam apoia lutador de Campos Gerais

No próximo domingo (26), Luis Felipe “Selvagem” irá participar do Shooto edição 100 – Solidariedade, que será realizado no Rio de Janeiro


Por: Eliana Sonja
Data: 24 de julho de 2020
img

Nascido em Campos Gerais, na Comunidade da Capoeirinha, Luiz Felipe de Oliveira é filho e sobrinho de produtores de café. Cresceu em meio aos cafezais da família, onde aprendeu tudo sobre a lavoura. Aos 18 anos, começou a trabalhar como servente de pedreiro. Ao mesmo tempo, começou a praticar Muay Thai, arte marcial tailandesa milenar. Nessa modalidade, alcançou os títulos de campeão nos campeonatos mineiro e brasileiro de 2018.

Em 2019, foi convidado a treinar na Academia Ribas Family, de Varginha, e migrou para o MMA. Nessa modalidade, já participou e sagrou-se campeão no Shooto, maior evento do gênero no Brasil.

No próximo fim de semana, Luiz Felipe “Selvagem” irá participar do Shooto edição 100 – Solidariedade, no Rio de Janeiro. O lutador irá disputar o card principal do evento, na categoria 68 kg peso casado, contra Wendel Almeida.

MMA: Luiz Felipe Selvagem é natural de Campos Gerais

Apoio Coopercam

Para que Luiz Felipe possa continuar os treinos, participar de campeonatos e alcançar o sucesso mundial, as parcerias são importantes. A Coopercam, mais uma vez, apoia o lutador. “Nós já o apoiamos em uma luta e vamos fazer isso novamente. Ele é filho e sobrinho de cooperados, e temos a obrigação de ajudar. Afinal, o esporte, seja qual for a modalidade, é fundamental para uma sociedade mais justa e solidária”, diz Pâmela Corrêa, responsável pelo marketing da Coopercam.

Shooto edição 100 – Solidariedade

Criado em 1985, o Shooto é ‘o pai do MMA japonês’ e já foi considerado o “Pride dos leves”. Já revelou grandes nomes das artes marciais mistas para o mundo. Já estabelecido nos EUA, Finlândia, Austrália, Holanda, Noruega, Alemanha e Inglaterra. Mas, no Brasil, o evento chegou em 2003.

O Shooto ‘Solidariedade será realizado no dia 26 de julho, na Upper Arena, no Rio de Janeiro. Embora, ainda sem a presença do público, as lutas serão disputadas a partir das 20h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo pelo Canal Combate. Porém, antes, durante e depois do evento, atletas e comissão técnica passarão por um rígido protocolo de segurança, em função da pandemia da Covid-19.

 

Conta pra gente o que você achou!