Programa Pró Mananciais: Coopercam doa mudas de árvores

Programa tem o objetivo de proteger e recuperar as microbacias hidrográficas


Por: Eliana Sonja
Data: 4 de julho de 2019
img

A Copasa, empresa estatal de abastecimento de água e saneamento de Minas Gerais, que criou, em 2017, o Programa Pró Mananciais. Possuí o objetivo de proteger e recuperar as microbacias hidrográficas. Assim como também as áreas de recarga dos aquíferos dos mananciais utilizados para a captação de água para abastecimento público.

Entre as ações do Programa, estão o cercamento de nascentes e o plantio de mudas nativas em Mata Ciliar. Também faz parte do programa a construção de bacias de contenção de enxurradas (bolsões).

Para colocar em prática o projeto, a Copasa faz parcerias com prefeituras, empresas, ONGs e entidades interessadas. Em Campos Gerais, a companhia ganhou várias parcerias. Entre elas, a Prefeitura Municipal, o Sicoob Credcam, o Sindicato dos Produtores Rurais e a Coopercam. Essas entidades congregam os chamados Coletivos Locais de Meio Ambiente (Colmeia).

Mudas de árvores

“É obrigação da Coopercam ser parceira de ações em prol do meio ambiente e, por isso, ficamos muito empolgados quando nos foi dada a chance de participar desse projeto. Assim, o Departamento Técnico da cooperativa criou um viveiro de mudas de árvores nativas, que já contém cinco mil pés, e que serão doados ao projeto”, comenta José Eduardo Vanzela, diretor comercial da Coopercam.

Programa Pró Mananciais: 5 mil mudas de árvores nativas doadas pela Coopercam

De acordo com a Copasa, em 2017 e 2018 já foram realizadas várias ações em Campos Gerais. Foram 45 nascentes cercadas, 10,5 mil mudas plantadas, 18 mil metros de cercas implantadas, 80 bolsões construídos e 7 km de estradas recuperadas. Ainda segundo a Copasa, essas ações foram realizadas no Ribeirão do Cervo, Ribeirão Santo Antônio e Córrego Engenho da Serra.

“Sei que soa como lugar comum: mas é do futuro que estamos tratando ao cuidar do meio ambiente. Portanto, a Coopercam sempre estará pronta para ajudar essa e outras ações socioambientais”, finaliza Vanzela.

 

 

Conta pra gente o que você achou!